quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Xarope de cenoura

Quando eu era pequenina costumava constipar-me, tinha pieira e muita tosse e a minha mãe além do tradicional vick com que me tentava descongestionar as dificuldades respiratórias, recorria aos famosos xaropes de cenoura e de pinhas verdes. Também se usava o de folhas de piteira mas como não era fácil arranjá-las, o mais vulgar era o de cenoura: cenouras cortadas em rodelas muito fininhas e açúcar mascavado ou amarelo numa tigela e de preferência deixar a marinar umas noites ao luar.
Então atacava-se assim com este xarope caseiro, a tosse e a constipação. Que saudades da minha mãe e dos seus xaropes.

3 comentários:

Kelocura disse...

Olá Isabel
Eu também era cliente do vicky com um paninho quente e do xarope de cenoura, que maravilha de remédio até dava vontade ter tosse. Além destes havia o alcoól quente num pedaço de algodão que se colocava no peito, também agradável e melhor que muitos dos remédios actuais.O que eu detestava
era o famoso óleo de figado de bacalhau que a minha querida avó arranjava através de uns amigos directamente nos barcos bacalhoeiros, era um horror...de fugir, quando ela dizia "Está na altura de as meninas tomarem o òleo de figado de bacalhau" eu e a minha prima , apesar de pequenitas poderavamos se não seria melhor fugirmos....Que saudade.

Bjs

Tereclopes disse...

Pois, a receita na casa da minha mãe era igual à vossa, vicky e xarope de cenoura, eu ainda utilizei estes métodos com os meus filhos mais velhos.
Beijinhos

O meu Datsun SSS disse...

Boa noite D. Isabel,

Nem sabe o que eu adoro esse xarope, em pequeno, bebia o sumo todo primeiro, e depois comia as rodelas de cenoura como se fossem caramelos.